Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

TV

Luciano Huck abre o jogo sobre substituir Faustão na TV

Luciano Huck no programa Conversa com Bial - Crédito: Globo / Divulgação
Luciano Huck no programa Conversa com Bial - Crédito: Globo / Divulgação

No Conversa com Bial, Luciano Huck fala dos planos na Globo em 2022 e da possibilidade de se tornar político: ‘Nunca tive medo de nenhum desafio na minha vida’

O apresentador Luciano Huck deu detalhes dos seus planos para o futuro ao dar uma entrevista no programa Conversa com Bial, da Globo. Ele confirmou que vai substituir Faustão nas tardes de domingo na emissora, já que o apresentador veterano não renovou seu contrato e deixará o canal no final de 2021. “É um privilégio. Tenho um enorme respeito pelo Faustão”, disse ele.

Assim, o marido de Angélica contou que está tendo ideias para seu novo programa na TV e pretende continuar fazendo um programa que é gravado em vários lugares do Brasil. “É um processo gostoso na hora que você se junta para ter ideia, você senta, tem a página em branco e vamos trabalhar. Você tem que respeitar o hábito do telespectador. Vou fazer o programa no Brasil, como eu sempre fiz. Eu rodo esse país inteiro que é o que eu gosto de fazer”, declarou.

LEIA TAMBÉM: Luciano Huck faz desabafo: ‘É imoral e desigual’

HUCK NA POLÍTICA

Em outro momento do programa, Luciano Huck comentou sobre os rumores de que vá se candidatar à presidência do Brasil nas eleições. Sem descartar a possibilidade no futuro, ele disse que quer ser um homem envolvido com a política, mas que não se lançou como candidato. “Vou ser muito franco aqui na abertura. Acho bom deixar a fotografia bem clara. Nunca me lancei candidato a nada. Então, não estaria me retirando de nada. Acho que posso explicar o que está acontecendo: estou há 21 anos como um homem de comunicação, rodando o país inteiro por causa do Caldeirão do Huck e isso me colocou dentro de uma realidade muito forte deste país”, contou. 

O impactado fui eu. Eu me transformei. Como personalidade, não consigo passar por um problema e não me sentir parte dele. Conhecer essa realidade do país me fez tentar buscar soluções e aí vem o destino escrevendo a história de um jeito estranho: vem a pandemia e comecei a mergulhar em ideias, em gente. Não é um projeto político, partidário. É um partido de cidadania ativa. Minha atitude não foi partidária, mas foi política, porque serve pra mudar a vida das pessoas“, declarou.

Então, ao pensar no futuro, ele declarou que não bateu o martelo se pode ou não se candidatar a algo. “O futuro a Deus pertence. Nunca tive medo de nenhum desafio na minha vida. Espero olhar pras trás e sentir orgulho“, finalizou.

VEJA MAIS: Luciano Huck e Angélica trocam juras de amor em foto juntinhos