Publicidade

Apresentador do ‘Fofocalizando’ desabafa após divulgação da gravidez da atriz Klara Castanho

Matheus Baldi, apresentador do programa ‘Fofocalizando’, se desculpa na atração do SBT por polêmica com caso da atriz Klara Castanho

Matheus Baldi (Reprodução/SBT)
Matheus Baldi (Reprodução/SBT)

O jornalista Matheus Baldi se desculpou recentemente durante o programa Fofocalizando por ter divulgado a gravidez da atriz Klara Castanho.

Publicidade

No vespertino exibido pelo SBT, o apresentador abriu o jogo sobre o ocorrido com a artista que revelou há alguns dias, que ela foi vítima de um abuso sexual, engravidou e decidiu entregar o bebê para a adoção.

“Todos os dias recebo vídeos, notas, áudios, imagens e muitas informações e começo um longo processo de apuração, levando muito a sério esse trabalho. Isso aconteceu com a Klara, eu recebi informações de que ela estaria grávida”, começou o integrante do Fofocalizando.

“Passado um tempo, recebi de uma fonte muito segura que uma atriz global estaria grávida. Passado seis dias, recebi uma ligação de uma pessoa que tinha provas de que a atriz Klara Castanho estava grávida. Eu mandei uma mensagem para ela e formalizei um email para assessoria perguntando se procedia. Na sequência, não tive retorno, como acontece sempre”.

“Isso foi publicado nas minhas redes sociais. Eu não cravei a gravidez da Klara, comentei dos fãs que levantaram a suspeita da gravidez. Fontes seguras me disseram que a atriz havia dado a luz. Um tempo depois, o meu telefone tocou, era a assessora pedindo para apagar o meu post. A assessora disse que a Klara foi vítima de uma violência, de um abuso. Naquele momento, a Klara entrou na ligação e pedindo pelo amor de Deus para apagar o post. No mesmo instante, eu apaguei”, garantiu ele.

Publicidade

“Aquilo me atormentou e a Klara me enviou uma mensagem agradecendo pelo que eu tinha feito. A assessora também me mandou uma mensagem dizendo que não sabia como me agradecer, dizendo que eu era muito correto e parceiro. Naquele momento, eu tinha plena consciência de que deixou de ser uma fofoca, e era um crime, que o agressor tinha que pagar por isso. Não posso ser responsabilizado por tudo o que as pessoas fizeram depois. Nunca a cobrei para se manifestar”, afirmou o jornalista Matheus com a voz embargada ao vivo.

Assista ao comunicado de Matheus Baldi na TV!

Publicidade
Siga a Márcia Piovesan no Google News e acompanhe nossos destaques