Fale conosco

O que você está procurando?

Márcia Piovesan

TV

Juliette Freire fala sobre seu crush famoso

Juliette Freire - Crédito: Reprodução/ Instagram
Juliette Freire - Crédito: Reprodução/ Instagram

Juliette Freire participa de Que História é Essa Porchat e abre o coração ao lembrar quando seu coração foi partido por um ‘crush’ famoso

Juliette Freire participou de Que História é Essa, Porchat? e abriu seu coração e falou da sua paixão antiga por Ricky Vallen.

Assim, ao ser perguntada sobre ‘crushes famosos’, ela revelou que era apaixonada pelo cantor, mas teve seu coração ‘quebrado’ ao descobrir que ele é gay. “Muito apaixonada por um calouro do Raul Gil, ele chama Ricky Vallen. […] Quando eu descobri que ele era gay e que ele namorava, eu chorei muito, eu queria casar com ele e ter filhos”, disparou ela.

Além disso, o artista viu a declaração da campeã do BBB 21 e fez questão de responder. “O que eu tenho para dizer para você, Juliette, é que eu só tenho a agradecer pelo carinho que você tem pelo meu trabalho”, disse ele em um vídeo compartilhado.

Juliette relembra encontro que não deu certo

A ex-BBB Juliette Freire relembrou um encontro inusitado que aconteceu em sua vida. Assim, em participação no programa Que História É Essa, Porchat?, do GNT, ela contou a história de quando ficou sem resposta para um homem em um encontro frustrado. Além disso, ela disse que ele criticou seu corpo e ela não soube o que responder.

“Eu estava paquerando um rapaz bem bonitinho no Instagram e pensei: “Caramba, acho que vale a pena conhecer”. Marquei um encontro que eu podia estar segura. Eu sou feministazona, não deixo ninguém falar nada com que eu não concorde. Respondo tudo, mas estava tentando entender a situação”, disse ela, segundo a colunista Patricia Kogut, do Jornal O Globo.

E por fim, completou: “Ele disse: “Gostei de você, no Instagram você é bonitinha”. Me olhou dos pés à cabeça. Pensei: “´É melhor eu nem educar”. E ele completou: “E mais magra também”. Foi o único cara que conseguiu me deixar calada, porque ninguém me cala. Eu me arrependo até hoje“.