Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Mayra Cardi abre o coração sobre separação turbulenta: ‘Buraco negro’

Coach escreve depoimento sobre os seus sentimentos na web: ‘Ontem foi um dos dias mais difíceis da minha vida’

Mayra Cardi revela alergia emocional e choca seguidores com evolução de manchas no corpo: "Tá horrível". Crédito: Reprodução/Instagram

A coach Mayra Cardi escreveu um depoimento sobre o que está sentindo após ver o seu nome envolvido em uma separação polêmica com o Arthur Aguiar. Em suas redes sociais, ela fez um desabafo sobre o que viveu nos últimos dias e afirmou que está muito difícil lidar com tudo.

Mayra declarou que recebeu novas revelações desde que abriu o jogo sobre o que viveu. “Ontem foi um dos dias mais difíceis da minha vida, na verdade todos esses têm sido, mas ontem… A cada dia que passa eu recebo uma “nova” versão, uma nova história, um novo pedaço de quem verdadeiramente é a pessoa que eu escolhi para ser o pai da minha filha!“, disse ela.

Inclusive, ela se descreveu da seguinte maneira: “Hoje não tenho um coração, tenho um buraco negro, perdido, assustado, com medo. Mas com um desejo enorme de aprender! E que desejo! Mais uma vez na minha vida, vou transformar minha dor em amor e dedicarei todos os meus próximos dias a estudar mais ainda esse incrível enigma que chamamos de ser humano”, disse ela, que pretende estudar psicologia e não desistiu do amor.

Confira o texto completo:

“Ontem foi um dos dias mais difíceis da minha vida, na verdade todos esses têm sido, mas ontem… A cada dia que passa eu recebo uma “nova” versão, uma nova história, um novo pedaço de quem verdadeiramente é a pessoa que eu escolhi para ser o pai da minha filha! O primeiro homem que eu de fato escolhi e decidi que eu queria que fosse pai da minha filha. Impossível não me culpar por não ver tantas desconexões de caráter, ao mesmo tempo eu estudo inteligência “Emocional”, não doenças psíquicas! O que me conforta com a possibilidade de não errar tanto na leitura de um “ser humano normal”.

Me perguntam se vou conseguir amar de novo? Sim, eu vou! Talvez daqui anos, quando eu acabar minha faculdade de psicologia, que sim, obviamente farei. Já estudo análise comportamental há anos, mas me refiro a comportamento de pessoas não adoecidas! Agora preciso estudar sobre pessoas adoecidas também! E assim vou vivendo e me protegendo do ser humano que falha e erra, tanto assim como eu, que também sou humana! Não desistirei do ser humano, não desistirei de mim, porque mereço ser feliz e continuarei lutando também para ajudar outras pessoas a serem felizes, como já faço há 6 anos da minha vida, agora com muito mais intensidade!

Hoje não tenho um coração, tenho um buraco negro, perdido, assustado, com medo. Mas com um desejo enorme de aprender! E que desejo! Mais uma vez na minha vida, vou transformar minha dor em amor e dedicarei todos os meus próximos dias a estudar mais ainda esse incrível enigma que chamamos de ser humano.”