Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Mariana Xavier visita teatro em que iniciou a carreira e se emociona

Mariana Xavier visita teatro em que iniciou a carreira e se emociona. Foto: Reprodução/Instagram
Mariana Xavier visita teatro em que iniciou a carreira e se emociona. Foto: Reprodução/Instagram

A atriz relembrou o passado e se emocionou ao voltar no Grajaú Country Club, local em atuou pela primeira vez

Mariana Xavier se emocionou ao revisitar o passado. Neste domingo, 13/06, a atriz voltou ao bairro do Grajaú, no Rio de Janeiro, e visitou o Grajaú Country Club, local onde atuou e dançou pela primeira vez.

Assim, acompanhada pelo namorado, o ator Diego Braga, Mariana contou: “Revisitando o clube onde iniciei meu contato com a dança e o teatro, em que eu fiz minhas primeiras apresentações. Lá se vão mais de 30 anos!”, 

Ainda mais, Mariana Xavier explicou: “Gente, eu estou emocionadíssima, que hoje eu resolvi fazer uma viagem no tempo… no teatro Dercy Gonçalves, no Grajaú Country Club. Foi aqui que a minha carreira começou, 1989, 1990, sei lá. Nossa, muito emocionante pensar em tudo que aconteceu na minha vida desde o início desse sonho”

Por fim, disse emocionada: “Hoje tenho a felicidade de estar tão realizada profissionalmente. Impossível segurar as lágrimas”.

Mariana Xavier visita teatro em que iniciou a carreira e se emociona. Foto: Reprodução/Instagram
Mariana Xavier visita teatro em que iniciou a carreira e se emociona. Foto: Reprodução/Instagram

Lembranças de Mariana Xavier

Ainda mais, no feed Mariana Xavier falou sobre a importância do bairro na vida dela. E, também, relembrou momentos que viveu ao lado da avó durante a infância.

“Hoje eu saí de casa pra passear numa máquina do tempo chamada memória. Esse aí é o prédio onde minha avó paterna morava, num bairro delicioso do Rio mas nunca retratado nos cartões postais: o Grajaú”, assim iniciou. 

Então, seguiu: “O prédio tá um tanto diferente, porque nos anos 80 a gente não precisava dessas grades… tinha só o murinho de pedra sobre o qual eu adorava caminhar e onde a gente sentava pra esperar a distribuição dos saquinhos de Cosme e Damião. Mudou também a proporção das coisas. Eu, embora não tenha crescido muito em estatura rsrs, cresci de vários outros jeitos, e o tamanho das coisas parece que diminui quanto mais a gente aumenta de tamanho. Já aconteceu com você? Revisitar depois de adulto um pátio de escola, uma casa, uma escadaria que te parecia enorme quando criança, e pensar “jura que era só isso aqui?”.

Avó Luiza

Assim, Mariana Xavier continuou: “Minha vó Luzia foi minha primeira grande incentivadora: me levava desde os 5, 6 anos de idade pra escola, pras aulas de ballet, jazz e teatro. E vivia dizendo pra todo mundo: “Mariana é muito ‘INTILIGENTE!’”. Desse jeito mesmo que ela falava: ‘INTILIGENTE’. Rs. Que saudade! Em fevereiro fez 30 anos que ela retornou à pátria espiritual, mas tenho certeza de que ela está sempre comigo. Foram incontáveis as lembranças que me atravessaram nesse domingo. A emoção foi indescritível!”

Por fim, destacou: “Quando me perguntam qual o meu maior medo na vida, respondo sem titubear: esquecer de onde eu vim e me tornar uma pessoa da qual eu me envergonhe. O dia de hoje foi de regar minhas raízes pra que elas continuem fortes. E de agradecer MUITO por seguir conquistando tudo que sonhei. Tendo a coragem de preservar minha essência, e, justamente por isso, a tranquilidade de saber que meu maior medo segue muito longe de mim”.