Fale conosco

O que você está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Juliano Laham foi internado na UTI com coronavírus e conta o que viveu

Ator relembra drama de ser internado com Covid-19: ‘Meu pulmão estava 70% acometido’

Juliano Laham
Juliano Laham

O ator Juliano Laham revelou o que viveu ao ser diagnosticado com coronavírus. O artista revelou que chegou a ser internado na UTI de um hospital público e também teve Miocardite Viral.

Agora, já em casa, ele conta que está isolado em um quarto para não contaminar a sua família e aproveita para relatar os sintomas que teve.

“Assim que começou a se falar de coronavírus no Brasil, eu decidi vir para São Paulo ficar com a minha família. E seguir as recomendações da OMS ao lado deles. Fiquei 37 dias isolado sem sair de casa, sendo mais preciso, saí duas vezes para ir até o supermercado com todo o cuidado necessário”, afirmou.

Além disso, ele continuou dizendo quais foram os seus sintomas. “Há exatamente duas semanas atrás eu comecei a passar mal. Tive os seguintes sintomas: falta de ar, dores no corpo, e, mais tarde, alguns episódios de vômito com sangue, que foi o que me fez recorrer ao hospital. Através de alguns exames fui diagnosticado com COVID-19 e, além disso, estava tendo mais um quadro de Miocardite viral, dessa vez causada por esse vírus. Recebi a notícia que meu pulmão estava 70% acometido e fui internado na UTI”.

Logo depois, Laham relatou o que viu no seu período internado. “Infelizmente presenciei muitas coisas no hospital, vi muita gente entubada e, até mesmo, pessoas perdendo a vida por conta desse vírus. Conversei e escutei médicos, enfermeiros, profissionais da limpeza que estão saindo de suas casas, deixando para trás sua própria família para trabalhar na linha de frente. Percebi uma coisa em comum em todos eles: nenhum deles perdeu a fé e continuam dando o seu máximo para salvar vidas. Eles são verdadeiros herois e merecem o meu respeito e minha gratidão sempre!”.

Por fim, Juliano Laham enfatizou. “E acho que é válido citar que eu fui internado em um hospital público, fui atendido pelo SUS e tive todos os recursos e cuidados necessários. Então não menosprezem o nosso sistema de saúde, confiem nesses seres humanos que lá estão para salvar as nossas vidas. Com meu mais sincero carinho a quem me acompanha, cuidem-se”.