Fale conosco

O que você está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Gisele Bündchen relembra jornada como ativista ambiental: ”Tento dar bons exemplos”

Em entrevista, a modelo relembrou viagem transformadora ao Xingu e como passou a defender causas de preservação do meio ambiente

Gisele Bündchen fala sobre preservação do meio ambiente. Créditos: Reprodução/Instagram

A modelo Gisele Bündchen é conhecida internacionalmente por defender causas de preservação do meio ambiente e trabalhar na criação de projetos de conscientização. Em entrevista à BBC News Brasil, a musa relembrou sua trajetória como ativista, desde a criação de projetos e parcerias para ressaltar a importância de cuidar da natureza.

”Desde criança, sempre tive uma conexão profunda com a natureza. Tive a sorte de poder correr descalça pela rua, subir nas árvores, colher fruta do pé. É sempre na natureza que busco recarregar minhas energias. Desde pequena, sonhava em conhecer a Amazônia, tão imponente e poderosa, um lugar sagrado. Em 2004, tive a oportunidade de ficar em uma tribo indígena no Xingu por alguns dias e pude vivenciar sua linda forma de vida em harmonia com a natureza, mas também os problemas que eles enfrentavam devido à poluição e ao desmatamento. Foi ali que decidi que queria fazer algo para ajudar e comecei meu trabalho em defesa da natureza ­— e, desde então, nunca mais parei”, relatou.

A esposa de Tom Brady conta que conseguiu incluir em sua rotina e de toda a família momentos em contato com a natureza: ”Acredito que você só cuida e protege aquilo que ama, e isso só é possível se você o conhece. Então, sempre priorizei passar o maior tempo possível com meus filhos na natureza. Assim, eles podem sentir na pele os benefícios que ela nos traz e, consequentemente, irão apreciá-la e valorizá-la”, afirmou.

Em casa, ela também ressalta a importância de consumir produtos sustentáveis e recicláveis, além de manter uma alimentação saudável e sem desperdícios. ‘‘Para mim, o melhor que você pode fazer é ser o exemplo. Tento dar bons exemplos para, quem sabe, despertar nos meus filhos o mesmo cuidado e amor pela natureza. Em casa, fazemos aquelas coisas básicas de reciclar o lixo, não desperdiçar alimento ou água. Também usamos garrafinhas reutilizáveis para evitar o consumo excessivo de plástico… Além disso, temos uma horta onde colhemos muitas das verduras e vegetais que consumimos. São essas experiências que vão fazendo com que eles entendam os processos da mãe natureza, de onde vem nossa comida, o tempo e cuidado necessários para que possam chegar à nossa mesa”, contou.

Gisele afirma que estuda a fundo o tema com o auxílio de estudiosos, cientistas e pesquisadores para se manter informada a respeito da situação ao redor do mundo. “Independentemente de você acreditar ou não no aquecimento global, uma coisa é fato e ninguém pode negar: os recursos naturais são finitos e a natureza leva anos, décadas, para regenerar aquilo que é destruído em minutos. Somos nós que precisamos da natureza e de tudo que ela provê para nossa sobrevivência, não o contrário’‘, pontuou.

‘Sou uma pessoa otimista. Procuro focar no positivo e em como posso ajudar e contribuir, pois ficar só olhando, apontando o dedo para o que não está certo e não fazer nada para transformar a situação só acirra os ânimos e não resolve os problemas”.

Por fim, Bündchen afirmou que se mantém otimista em relação à reversão dos danos causados na natureza nas últimas décadas e afirmou: “As crianças são sempre a nossa esperança. Se pudermos dar a elas as ferramentas certas para que possam florescer, poderão criar um mundo melhor para elas viverem’‘, completou.