Fale conosco

O que você está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Apontada como uma das amantes de Arthur Aguiar, ex-panicat Aricia Silva desabafa: “Não sou mentirosa”

Pela primeira vez, a ex-panicat desabafou sobre separação de Mayra e Arthur e aproveitou para sair em defesa do ator: “Disposto a ser um homem melhor”

Apontada como uma das amantes de Arthur Aguiar, ex-panicat Aricia Silva desabafa: "Não sou mentirosa". Crédito: Reprodução/Instagram

Após ter nome envolvido na polêmica separação de Mayra Cardi e Arthur Aguiar, a ex-panicat Aricia Silva falou pela primeira vez sobre o caso e saiu em defesa do ex-marido da coach.

Em entrevista ao UOL, Aricia desmentiu a relação que Mayra afirmou que a modelo teve com o ex enquanto era casado. “Quero esclarecer para o Brasil que não sou uma mentirosa, contrapondo qualquer ideia de que fui ‘desmascarada’ quando Mayra expôs provas de que estive com o Arthur no Rio agora no mês de junho”, começou.

“Não tenho caso com o Arthur desde 2018; e o vídeo que estava circulando onde eu falava de uma relação que eu tinha antes de entrar na Fazenda não era com Arthur. E sim com o meu namorado na época”, ressaltou ela.

Por outro lado, a modelo afirma que voltou a se aproximar de Aguiar, após anúncio da separação de Mayra vir a público. “Conheço ele há 10 anos. Me aproximei agora em junho, depois que a sua separação já estava escancarada publicamente há mais de um mês”, disse ela.

Em seguida, a modelo defendeu o ator: “O Arthur de hoje é um cara totalmente fragilizado e arrependido. Disposto a conhecer o amor sobrenatural de Deus, e a ser um homem melhor”.

“Acredito nessa transformação e jamais viraria as costas nesse momento tão difícil. Torço pela felicidade dele, e da ex mulher dele. Todos merecem encontrar um caminho de luz e paz nessa vida”, afirmou.

Empatia por Mayra

Por ter vivido relacionamentos abusivos, a ex-panicat ressaltou que compadece pela situação de Mayra, mas não nega que está sofrendo acusações injustas, e que isso está afetando também sua família.

“Já sofri demais me doando por inteiro numa relação sem reciprocidade, por isso, independentemente dos julgamentos e ofensas que me foram feitas, eu sempre vou entender e respeitar a dor de uma mulher ferida”, começou ela.

“As pessoas estão me julgando, julgando a minha mãe, a minha família, todas as pessoas do meu convívio, como se eu fosse um monstro. Eu não cometi nenhum crime e nenhum adultério. Sou apenas mais uma mulher tentando ser feliz”, completou.