Fale conosco

O que você está procurando?

Márcia Piovesan

Bastidores

Serginho Groisman e a Jovem Guarda

Programa faz homenagem aos ídolos e músicas que marcaram uma época

Serginho Groisman apresenta o Altas Horas especial Jovem Guarda, com Malu Rodrigues e Emanuelle Araújo
Serginho Groisman apresenta o Altas Horas especial Jovem Guarda, com Malu Rodrigues e Emanuelle Araújo | Foto: Globo/Fábio Rocha

Reconhecido nacional e internacionalmente como um dos movimentos culturais de maior relevância para o mundo da música, responsável por introduzir o rock n’roll no Brasil, a Jovem Guarda e seus principais representantes, Roberto CarlosErasmo Carlos e Wanderléa, são eternos na memória do público brasileiro.

Para relembrar e matar a saudade, o Altas Horas de amanhã, dia 13, presta uma homenagem à época e aos artistas, reunindo no palco grandes nomes da música e da dramaturgia, como Fafá de Belém, Golden Boys, Negra Li, Wanderley Cardoso, Edson e Hudson, Emanuelle Araújo, Jonathan Azevedo, Gabriel Leone, Malu Rodrigues e a banda Del Rey.

“Eu não queria ser cantora, mas a música por si só me levou para esse caminho. Na minha casa nós ouvíamos muita MPB e lembro que, ao chegar a Belém, com 10 anos, ouvi Roberto Carlos no rádio, pela primeira vez, cantando “Quero que tudo vá pro inferno”. Na hora, pensei em como ele era moderno”, brinca Fafá de Belém, ao recordar a influência do cantor em sua carreira. 

O ator Gabriel Leone, que interpreta o próprio Rei Roberto no filme “Minha fama de Mau”, também fala sobre a importância do cantor em sua vida: “Ele sempre foi muito presente na minha casa, principalmente na época de sua carreira era mais romântica. Eu sempre tive contato com o rock, justamente por conta da Jovem Guarda”.

O repertório do Altas Horas conta com algumas das canções da Jovem Guarda, pérolas da trilha sonora nacional, como “Prova de Fogo”, interpretada por Malu Rodrigues e “Negro Gato”, cantada por Jonathan Azevedo.