Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

Bastidores

Programa acompanha cirurgia de irmãs siamesas

Gêmeas nasceram unidas pela cabeça e passam por tratamento raro

Caco Barcellos acompanha casos complexos no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto
Caco Barcellos acompanha casos complexos no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto | Foto: Globo/Divulgação

O Profissão Repórter que vai ao ar hoje, dia 17, acompanhou por oito meses a história das gêmeas Maria Ysadora e Maria Ysabelle, crianças protagonistas de um dos maiores desafios da medicina brasileira. O programa mostra os momentos críticos e emocionantes das irmãs que nasceram unidas pela cabeça e passaram por cinco cirurgias no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, num esforço que contou também com a colaboração de neurologistas norte-americanos.

O repórter Erik von Poser mostra a expectativa da família e o trabalho da equipe médica para a principal cirurgia, que durou quase 24 horas. O nascimento de gêmeos siameses unidos pela cabeça é raríssimo, e em poucos casos é possível fazer uma intervenção cirúrgica. Depois da separação, ainda há um longo caminho pela frente: as meninas, que acabam de completar três anos, precisam passar por um intenso trabalho de reabilitação, aprender a andar e a falar.

O mesmo Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto é cenário da reportagem de Caco Barcellos sobre casos complexos atendidos na unidade: desde bebês muito prematuros a crianças com crises frequentes de epilepsia que esperam até um ano por uma vaga no centro de tratamento local. Por receber pacientes de todo o Brasil, o HC do interior de São Paulo também conta com uma casa que abriga crianças debilitadas em tratamento prolongado.