Globo inaugura o MG4

Três novos estúdios ampliam o maior complexo de produção de conteúdo da América Latina
inauguração do MG4
João Roberto Marinho , Roberto Irineu Marinho e José Roberto Marinho | Foto: Globo/Estevam Avellar
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Aconteceu hoje, dia 8, a inauguração de três novos estúdios da Rede Globo, ampliando o maior complexo de produção de conteúdo da América Latina, na Zona Oeste do Rio.

Com setores de produção e armazenagem, o chamado Módulo de Gravação 4 (MG4), é um espaço que ocupa uma área total de 26 mil metros quadrados – cerca de quatro campos de futebol. Entre pesquisa e obras, foram cinco anos para concluir o projeto, que teve um investimento de mais de R$ 200 milhões.

Voltado à dramaturgia, o MG4 parte de um conceito que prevê a adoção de métodos de gestão e uso de recursos com que contam grandes produções internacionais. Os três estúdios estão habilitados para os formatos 4K e 4K HDR. 

Com a inauguração o MG4, os Estúdios Globo passam a ter uma área de 1,17 milhão de metros quadrados, onde ficam 13 estúdios de gravação.

“A inauguração deste novo complexo de estúdios é a prova de que os meus irmãos e eu – e agora também nossos filhos – honramos essa tradição. Ao longo das décadas, o Brasil pôde testemunhar que, em essência, somos excelentes contadores de história, não importando o meio de distribuição”, declarou Roberto Irineu Marinho, presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo, na solenidade oficial de inauguração realizada hoje de manhã.

João Roberto Marinho , Roberto Irineu Marinho e José Roberto Marinho com a claquete
Foto: Globo/ Cesar Alves

Estiveram presentes os acionistas João Roberto Marinho e José Roberto Marinho, seus familiares, executivos das empresas Globo, além de grande parte do elenco da emissora como Tony Ramos, Regina Casé, Vladimir Brichta, Adriana Esteves, Murilo Benício, Boninho, Galvão Bueno, entre outros.

Jorge Nóbrega, presidente-executivo do Grupo Globo, afirmou em seu discurso: “Eu vi a emoção e o sonho nos olhos das pessoas que estavam fazendo isto aqui. E é isso que a gente é: nós somos pessoas que construímos sonhos. Sonhos que geram experiências emocionais em outras pessoas. Porque essas empresas trabalham com sonho, trabalham com emoção. E, no nosso negócio, sem sonho e sem emoção, a gente não anda. Eu queria fazer uma homenagem às pessoas que fizeram isso aqui, às pessoas que estão fazendo esses sonhos todos os dias, e dizer que a vista que a gente tem depende da montanha que a gente sobe. E a Globo não tem medo de altura.”

Os três estúdios do MG4 agora aumentam a capacidade de produzir novelas, séries, minisséries, realities, formatos originais, programas de humor e variedade. A média atual dos Estúdios Globo é de cerca de três mil horas de entretenimento por ano.

Soluções inovadoras: um novo modelo de produção

Um dos principais benefícios do projeto é o desenvolvimento de um novo conceito de produção de dramaturgia, ampliando os recursos artísticos para a criação, direção e fotografia das novelas da Globo. Com cenários fixos, os módulos de gravação têm sets cenográficos integrados, imprimindo maior realidade para as produções. O espaço possibilita, por exemplo, que uma cena tenha continuidade em uma área externa de 4.000 metros quadrados. Ou, ainda, uma gravação contínua a partir de dois fossos cênicos – solução trazida de teatros internacionais – para dentro dos ambientes. Os estúdios ainda contam com portas de 8X6m, um padrão muito superior ao que existe atualmente no país, que exigiram o desenvolvimento de uma solução de blindagem acústica inédita no mercado.
Com 100% da energia vinda de fontes renováveis, o empreendimento é dotado de um telhado verde – que contribui para a economia de energia –, iluminação 100% a LED, equipamentos de ar condicionado eficientes e planta de energia solar.

Os espaços são humanizados e propiciam a convivência entre os colaboradores. Os camarins deram espaço a cabines de troca e grandes lounges de convivência, leitura e ensaio para o elenco. Além disso, conta com o reuso de água de chuva e ar-condicionado, tratamento de 100% dos efluentes gerados e coleta seletiva de lixo. Para o enriquecimento arbóreo do espaço foi promovido o plantio de 14 mil novas mudas.
A primeira produção a ser gravada nos novos estúdios será a próxima novela das nove, Amor de Mãe, que tem autoria de Manuela Dias e direção artística de José Luiz Villamarim. A previsão é que as gravações no local sejam iniciadas em outubro.

Módulo de Gravação 4 – MG4 – Estúdios Globo
Foto: Globo/Divulgação

 
Os Estúdios Globo em números

• Área total do complexo: 1,73 milhão de metros quadrados
• Área total construída do complexo, após os novos estúdios: 192 mil m²
• 13 estúdios de gravação totalizando 12,5 mil metros quadrados
• Até 15 mil pessoas circulando por dia
Sobre o MG4
• 3 novos estúdios, de 1.500 m² cada um, totalizando 4.500 m² de área últil
• 26 mil m² de área construída.
• Gleba cenográfica (área externa para gravação integrada) de 4mil m²
• Portas acústicas de 8X6m
• Projeto de 5 anos
• Média de 500 profissionais envolvidos por mês
• 700 empregos diretos gerados durante o período das obras

14 mil novas mudas replantadas
• 2 fossos de 70m² cada
• Usina solar de 4.500 m² e geração de 1,05 MM KW no primeiro ano 

Veja mais

Últimas Notícias