Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

TV

Iris Abravanel abre o jogo sobre ciúmes de Silvio Santos: ‘Hoje ele soltou a franga’

Esposa de Silvio Santos conta sobre a vida íntima do casal e revela se tem ou não ciúmes das mulheres bonitas ao lado do marido

Silvio Santos e Iris Abravanel
Silvio Santos e Iris Abravanel - Crédito: Reprodução / Instagram

Esposa de Silvio Santos, a autora Iris Abravanel se divertiu em uma entrevista com a Patricia Abravanel para o canal da herdeira no YouTube. Elas conversaram sobre a vida íntima da família e, principalmente, o casamento duradouro de Iris e Silvio.

Patricia questionou a mãe se ela sente ciúmes das mulheres jovens e bonitas que vivem ao redor do pai na televisão e ela afirmou que nunca foi ciumenta.

“Eu penso o seguinte, o casal fica junto quando quer. Ele ficava junto comigo porque ele queria. Ele não precisava de mim para nada, poderia sair a hora que ele quisesse. Então, se ele estava comigo, é porque me amava e me ama até hoje. Eu nunca competi… A vida dele sempre foi assim, rodeado de mulheres lindas e maravilhosas”, contou.

Então, Iris continuou: “Quando eu era nova, até dava para competir, mas chega em um ponto que você não vai competir com as mulheres mais novas. Então você tem que perceber que o importante é o que você tem dentro para dar, então esse entusiasmo, a alegria e o conforto do lar a gente pode dar. Não vai dar a juventude, mas a gente pode dar coisas muito mais palpáveis”.

Nesse sentido, ela fez uma brincadeira: “Larga do pé do meu marido porque está conquistado. Pode ser nova ou bonita, ele já está conquistado. Isso tudo é uma vivência, é saber viver”

A autora de novelas ainda brincou ao dizer que o apresentador ficou mais atrevido depois de envelhecer. “Hoje ele soltou a franga. Eu lembro que tinha uma jurada que ele dava selinho. Ele era saidinho, sim. E daí? Eu não ficava com ciúme, eu assistia. Hoje ele se soltou total, eu falo para ele se segurar um pouquinho”

Surpreendentemente, Iris Abravanel confessou que os dois já brigaram muito nesta vida. “Do mesmo jeito que a gente ama, a gente quebra muito pau. A gente já dividiu a casa no meio. Depois que eu falei para ele que eu não ia me separar e ia viver com ele até morrer, ele sossegou. Ele tinha uma insegurança antes disso. Eu já cheguei a brigar com ele até judicialmente, foi uma lavação de roupa suja. Quanto mais a gente luta, mais é para depois ficar junto”