Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

Música

Michel Teló revela como está sendo quarentena longe dos pais e dispara: ‘Estou meio chorão’

Cantor conta sobre isolamento social ao lado da mulher e dos filhos e revela detalhes de sua próxima transmissão ao vivo: ‘É uma festa’

Michel Teló
Michel Teló - Crédito: Reprodução / Instagram

Em uma live promovida pelo GShow, Michel Teló contou como está a quarentena, devido a pandemia do novo coronavírus, ao lado de sua mulher, Thais Fersoza, e os filhos, Melinda, de 3 anos, e Teodoro, de 2 anos.

Durante o bate-papo, o cantor falou sobre a transmissão ao vivo que irá realizar no próximo domingo, 21/06.

“Estamos há 90 e poucos dias trancados em casa, levando muito a sério. Levando tão a sério que até as lives eu mesmo acabo montando. Eu e Thais, a gente monta o cenário juntos. Acabei comprando as câmeras, instalo as luzes e aí tem cabos de 30 metros até lá fora na garagem”, confessou.

Em seguida, Teló disse que Thais tem ajudado ao esterilizar todas as coisas que vem de fora: “Só esta semana, ela já esterilizou oito cabos de 30 metros. Thais não deixa passar nada sem esterilizar, a gente tem cuidado bastante e a ideia de fazer assim é dar o exemplo. A gente poderia ter ido para o interior, para a fazenda, mas decidiu ficar em São Paulo porque tem trabalhado muito. Está sendo um tempo muito diferente e muito especial”, disse.

Sobre sua próxima live, o sertanejo revelou como será o processo: “Uma galera vai participar, pedindo músicas. E aí essas pessoas mandaram vídeos. Minha esposa, produtora da live, andou dando uns toques no pessoal, organizou isso e me fez uma surpresa”, disse ele.

“Ela me mostrou ontem e fiquei tão feliz, tem uma galera bacana pedindo músicas. Fiquei muito surpreso com grandes amigos e artistas do meio, pedindo umas modas (de viola) que eu estou preparando agora. A gente não usa banda, então tenho que me programar”, revelou Teló.

Em seguida o artista disse que será estilo uma festa junina com várias comidas típicas e dança: “Vamos começar a fazer arroz-doce, os pés de moleque já estão prontos, vai ter pipoca, milho verde, barraca do beijo… Vamos dar um jeito. A Thais está preparando, porque estou na lida aqui. A parte dos doces ela quem está cuidando. Melinda já dança quadrilha, fica toda faceira. É uma festa. Já tem um sofazinho para eles, um camarote”, disse ele, brincando.

Sobre o período de isolamento social, Michel revelou que tem sido complicado por conta da distância de seus pais.

“Meus pais estão no Pantanal, isolados, então o acesso não é tão fácil. De vez em quando, tem conexão de internet, mas não é boa. Minha mãe manda mensagem e eu mando para ela. Esses dias, mandou um vídeo de um jacaré na porta de casa, filmou soltando a galinhada… A gente dá risada e vai se virando para falar”, disse.

“A saudade é grande. Faz um tempo já. Vi minha mãe no começo da pandemia. Acabei indo para Campo Grande por um motivo triste para gente, minha avó faleceu e aí fiquei com eles. Foi tudo muito rápido porque eu tinha outros compromissos também. Foi um momento importante nós estarmos juntos. E depois, só desse jeito. Estou meio chorão! Dependendo da música na live, não consigo nem cantar”, encerrou.