Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

LUTO

Tata Werneck revela ligação de Paulo Gustavo do hospital

Paulo Gustavo e Tata Werneck - Crédito: Reprodução / Instagram
Paulo Gustavo e Tata Werneck - Crédito: Reprodução / Instagram

Ao lamentar a morte de Paulo Gustavo, Tata Werneck relembra conversa com o amigo após ele ser internado com Covid-19: ‘Você me ligou do hospital’

A apresentadora e atriz Tata Werneck escreveu uma mensagem nas redes sociais para lamentar a morte de Paulo Gustavo. Ela exaltou o talento do amigo e a amizade deles. Além disso, a artista falou da saudade que já está sentindo.

No meio de sua mensagem, Tata Werneck ainda relembrou de uma ligação de Paulo Gustavo após ser internado com sintomas de Covid-19 no mês de março.

“Aplaudam! Aplaudam de pé esse grande homem! Gritem bravo! Façam uma homenagem a Paulo Gustavo em suas casas. Aplaudam de pé esse grande artista. Meu amigo Paulo (está tão dificil. Me ajuda? Deixa eu te ligar. Me dá conselho? To me saindo bem? Tá difícil demais. Você não pode imaginar). Eu jamais poderia imaginar que estaria hoje escrevendo um texto sobre você e sem te ligar pra saber se tá bom”, disse ela. 

E completou: “Você me ligou do hospital. Você me disse: o humor está me salvando. Você estava fazendo piada. Não por negação. Mas para alegrar-se do riso dos enfermeiros, técnicos e médicos. E o humor te salvou. Você está salvo, meu amigo. Você está salvo!“.

A saudade

Assim, Tata Werneck ainda falou de sua saudade de Paulo Gustavo. “Aqui está um caos. Eu estou sentindo muito medo. Mas ao mesmo tempo eu vi você e você foi tão corajoso meu amigo. Você foi bravo! Eu te amo tanto. Eu já to com tanta saudade. Vai ser tão difícil ficar sem você. Mas você indo eu já entendi. O fim não existe. Agora eu sei. Aplaudam o grande Paulo Gustavo! O maior comediante que eu já vi!”.

Por fim, a artista mandou um recado para os fãs. “Prestem atenção: não deixem essa dor ser em vão. Entendam a gravidade dessa pandemia. Usem máscara. Álcool gel. Distanciamento social. Por favor. Não deixem essa dor ser em vão. Não deixem 400 mil vidas em vão“, escreveu.