Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Zilu Camargo quer receber sua parte da venda do avião de Zezé Di Camargo e Luciano

Socialite pede na justiça para ter direito a parte do valor da venda da aeronave dos cantores

Zilu Camargo. Reprodução/ instagram

A socialite Zilu Camargo fez um novo pedido na justiça sobre a sua partilha de bens do divórcio de Zezé Di Camargo. De acordo com o Jornal Extra, ela quer receber a sua parte no valor da venda do avião que era da dupla Zezé Di Camargo e Luciano. A aeronave é avaliada em R$ 5 milhões e Zilu diz que tem direito a receber 25% do valor da venda.

Agora, o advogado dela solicitou uma perícia para saber por quanto o avião foi vendido e onde está o dinheiro da venda. Uma juíza negou o pedido de Zilu, mas a defesa dela quer recorrer.

SEM PENSÃO

A socialite Zilu Camargo não vai mais receber uma pensão alimentícia do ex-marido, o cantor Zezé Di Camargo. De acordo com o Jornal Extra, ela perdeu o processo no qual pedia para receber uma pensão vitalícia. Assim, ela não vai mais receber o valor mensal de R$ 100 mil.

A publicação ainda afirmou que até o mês de setembro deste ano Zilu receberá R$ 100 mil por causa de outro acordo com o ex-marido. Zilu e Zezé combinaram que ela iria receber a sua parte da Fazenda É O Amor em 20 parcelas, totalizando o valor de R$ 3,6 milhões. No entanto, a última parcela será paga agora em setembro.

“Quando ocorreu o divórcio, foi acordado entre eles que Zilu receberia uma pensão alimentícia de R$ 100 mil, até que alguma empresa deles desse lucro. Chegou um certo momento que eles venderam uma porcentagem da empresa, que já daria até mais que os R$ 100 mil por mês para ela. A partir desse momento, Zezé não era mais obrigado a pagar pensão e foi continuando a pagar, até que ela entrou com o processo no final de 2018. A pensão alimentícia acabou no ano passado. Já os R$ 100 mil que ela está recebendo por mês é do acordo referente aos bens da partilha. A última parcela desse valor será paga em setembro deste ano”, disse o advogado Cesar Miano ao Jornal.