Fale conosco

O que você está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Sthefany Brito revela como descobriu a gravidez: ‘Foi um choque’

Atriz relembra como foi descobrir a gravidez pouco depois de reatar o casamento

Sthefany Brito
Sthefany Brito - Crédito: Reprodução / Instagram

A atriz Sthefany Brito contou como foi descobrir a gravidez não planejada pouco depois de reatar o casamento com o marido, Igor Raschcovsky. Em entrevista na coluna de Patricia Kogut, do Jornal O Globo, ela disse que teve os primeiros sintomas da gravidez e decidiu procurar um médico para confirmar.

“Eu tive todos os sintomas de gravidez: sono, enjoo e menstruação atrasada, mas nada anormal dentro daquilo que acontecia na minha vida. Eu confesso que sempre fui uma pessoa preguiçosa. O sono fazia muito sentido. Estava acordando cedo todos os dias e gravando muito (ela vive a Donatella de ‘Amor sem igual’). Sobre o enjoo, tenho muita gastrite. Quanto à menstruação, ela nunca foi um grande exemplo de regularidade. Uma coisa que me chamou a atenção foram os seios, que começaram a ficar doloridos e grandes. Eu corri para minha médica e ela me pediu exames. Durante a ultrassonografia, recebi os parabéns. Fiquei complemente pálida, em choque. Por mais que, no fundo, eu desconfiasse, tinha muita coisa acontecendo naquele momento. Era o começo do coronavírus, ninguém sabia como seria. E estava faltando um mês de gravações para a novela terminar. Então, fiquei bem assustada”, disse.

Além disso, a atriz comentou sobre como foi reatar o casamento e logo depois descobrir a gravidez. “Na verdade, a gente nunca parou de se falar. Temos dois cachorros que são muito importantes nas nossas vidas. Tratamos como filhos. Então, o tempo inteiro nos falávamos. Nos dividimos. Eles ficavam um pouco comigo e um pouco com ele. Chegamos a nos encontrar várias vezes. Independentemente de estarmos juntos ou não, sempre nos respeitamos e fomos amigos um do outro. Sinto orgulho do que conseguimos construir. E a relação se fortaleceu depois que a gente se separou. Vimos o quão forte era a base que tínhamos construído e que nada poderia mudar aquilo. Serviu para realmente enxergar tudo, o respeito, a amizade, a cumplicidade e o amor pela nossa história. A gente nunca chegou a brigar do tipo ‘o cachorro é meu, você está passando mais tempo com ele’. Nunca teve isso. Enfim, depois de um tempo, a gente se olhou de novo e falou: ‘Cara, é muito forte o que a gente tem’. A separação não foi à toa. Como tudo na vida, tem um lado negativo e um positivo. Acertamos coisinhas que estavam fora do lugar. Nos acertamos também em relação ao nosso casamento, à nossa vida. E, assim que a gente voltou, o bebê veio. Colocá-lo como cereja do bolo é muito pouco pelo que ele significa para nós. Veio para coroar o que a gente já estava vivendo, para fortalecer nossa vida, nossa família, nossa relação. Está sendo a melhor coisa do mundo.”.