Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Solange Gomes fala sobre perda de peso: “18kg em 5 meses”

Musa teve síndrome do pânico e depressão

Solange Gomes
Solange Gomes Foto: Reprodução Instagram

Desde 2016, Solange Gomes vem enfrentando crises de pânico e depressão. Consequência do momento atribulado que enfrentava à época: deixou a Porto da Pedra, escola em que ocupava o posto de rainha de bateria, além de problemas no recebimento da pensão de sua filha. Precisou parar com os inibidores de apetite e acabou engordando 20 quilos. Desde o ano passado, no entanto, ela vive uma volta por cima, após um acompanhamento multidisciplinar.

O resultado disso foram 18kg a menos em cinco meses. E ela comemorou a nova fase com um ensaio fotográfico, que compartilhou nesta quinta-feira (20), em seu perfil oficial no Instagram. “Finalmente vou contar pra vocês. Engordei 20 kg em 4 anos, tudo fundo emocional. Perdi 18 kg, em 5 meses. Tive ajuda de grandes profissionais, a endocrinologista Dra Daniela Fernandes @dradanibfernandes e o Coach e analista comportamental Bruno Maher @brunomaher Uma dica: não tem outro jeito para emagrecer, foco, vontade de ficar bela novamente, PARAR de comer tudo que amamos. Os profissionais nos ajudam, mas a parte maior, fica por conta do paciente. Ainda não emagreci tudo, faltam uns 5 kg… 7.. agora me empolguei! Senti na pele, o que é passar na rua, em frente à uma obra e ninguém fazer ”fiu fiu”. Não tenho nada contra os gordinhos, mas eu não quero e não posso ser. Fiz esse ensaio, com tema de carnaval, para vcs fazerem bastante “fiu fiu” pra mim. Está sendo muito sofrido, mas está valendo à pena.”, postou ela.

Em entrevista ao Jornal Extra, ela contou como foi o período mais turbulento. “Em 2016, desenvolvi a crise de ansiedade e cheguei a ter a síndrome do pânico. Comecei a tomar remédios para controlar. Na verdade, ainda tomo antidepressivo, pois não estou curada. Mas está bem controlada.

Durante os últimos 4 anos fui convencida por um psiquiatra de que não deveria tomar inibidores de apetite. Obedeci. Mas, então, começaram os problemas para perder peso. Só engordava; tudo de fundo emocional: estresse grande e atrasos constantes da pensão alimentícia da minha filha. Preocupações em criar uma filha, formar, orientar… fazer tudo sozinha.

Quando algo não dava certo, corria para comer e beber chopp, era uma ‘alegria’ momentânea. Ganhei 20 kg. Dava entrevistas e não as assistia. Achava-me feia, mas não falava isso para ninguém. Tinha vergonha e medo de não conseguir emagrecer. Amigos me diziam que era mais difícil na minha idade, e é”.

Ela contou ainda que, na época da morte do Gugu, quase teve uma recaída, mas comemora o resultado. “Cheguei a pesar 87 kg. Esse foi o ponto de partida de todo esse processo, que começou em setembro de 2019. Perdi 5 kg no primeiro mês. Com a morte do Gugu, no entanto, comi doces escondida, estava muito mal, ansiosa, triste… Fiquei 1 mês sem perder peso algum.

Nesta quinta-feira, completo 5 meses nessa jornada, e estou muito feliz com meu corpo. voltei a usar todas minhas roupas e me desfiz de tudo da fase ruim, quando estava acima do peso. Só vestidos largos. Não usava short há 4 anos.

Hoje estou comemorando a perda de 18 kg, cheguei a 69 kg, mas já avisei a minha equipe que quero perder mais quatro. Minha nova meta. O fato de ter que enviar o peso a cada 15 dias me estimulou, não podia fazer vergonha”, finalizou.