Fale conosco

O que você está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Regina Duarte confirma sua saída do governo de Jair Bolsonaro

Presidente revela um dos motivos para atriz deixar cargo de Secretária da Cultura: ‘Sente falta da família’

Regina Duarte e Jair Bolsonaro
Regina Duarte e Jair Bolsonaro - Crédito: Reprodução / Twitter

Na manhã desta quarta-feira, 20/05, o presidente Jair Bolsonaro confirmou a saída da atriz Regina Duarte do cargo de Secretaria Especial da Cultura. Ele compartilhou um vídeo de uma conversa com ela e anunciou que, a partir de agora, a artista vai assumir o comando da Cinemateca, em São Paulo.

Ainda nas redes sociais, o presidente disse que um dos motivos para ela deixar o cargo é a falta que sente da família. “Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias“, escreveu na legenda.

Enquanto isso, no vídeo, Regina Duarte contou que está contente com o novo cargo. “Eu acabo de ganhar um presente, que é o sonho de qualquer pessoa de comunicação, de audiovisual, de cinema, de teatro, um convite para fazer Cinemateca, que é um braço da cultura que funciona lá em São Paulo e é um museu de toda a cinematografia brasileira. Vou ficar ali, secretariando o governo, dentro da cultura, na Cinemateca! Pode ter um presente melhor que esse? Obrigada, presidente!”.

“A família está querendo a minha proximidade, eu estou sentindo muito a falta dos meus netos, dos meus filhos. É um presente duplo: a Cinemateca e também eu estar próxima da minha família, que é algo que eu estou desejando muito”.

Por sua vez, Bolsonaro agradeceu pela participação dela no governo e se despediu: “Pode ter certeza de uma coisa, você quer ajudar o Brasil e o que eu mais quero é o seu bem, por aquilo que você representa para todos nós. Ir para a Cinemateca, ao lado do seu apartamento, ali em São Paulo, você vai ser feliz e produzir muito mais. Eu fico muito feliz com isso. Chateado porque você se afasta um pouco do nosso convívio em Brasília”.