Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Ex-BBB Juliette é flagrada de biquíni em passeio no RJ

Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos - Crédito: Delson Silva / AgNews
Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos - Crédito: Delson Silva / AgNews

Ex-BBB Juliette Freire eleva a temperatura ao surgir só de biquíni durante passeio de iate com os amigos

A ex-BBB Juliette Freire encantou seus fãs ao aparecer só de biquíni durante um passeio de iate luxuoso na orla do Rio de Janeiro. A musa surgiu com um modelito mínimo enquanto se refrescava em um banho de mangueira ao lado dos amigos na embarcação.

Sem máscara de proteção, ela se divertiu ao ar livre em um domingo de sol.

Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos - Crédito: Delson Silva / AgNews
Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos – Crédito: Delson Silva / AgNews
Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos - Crédito: Delson Silva / AgNews
Juliette curte passeio com os amigos – Crédito: Delson Silva / AgNews
Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos - Crédito: Delson Silva / AgNews
Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos – Crédito: Delson Silva / AgNews
Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos - Crédito: Delson Silva / AgNews
Ex-BBB Juliette curte passeio com os amigos – Crédito: Delson Silva / AgNews

Memória dolorosa

Campeã do BBB21, Juliette voltou a falar sobre a irmã no segundo episódio do seu documentário Você Nunca Esteve Sozinha, do Globoplay. Nesta terça-feira, 06/07, foi exibido uma homenagem especial para Julienne Freire, que morreu vítima de AVC.

Assim, durante o episódio, Juliette relembrou a luta para tentar salvar a irmã. “Eu acho que é meningite ou AVC, e, se eu fosse você, dava um jeito de tirá-la daqui”, disse a profissional da saúde. Assim, Juliette respondeu: “Eu então pedi uma maca, o moço disse: ‘Não pode’. Eu respondi: ‘É um minuto’, e saí com a maca. Botei ela na ambulância, só fomos eu e ela dentro”, disse.

Em seguida, a advogada completou: “Nem amarrar o cinto eu sabia, a travei nas duas pernas e sentei em cima, segurando para não cair“, relembrou.

Apesar da tentativa, a irmã de Juliette faleceu em julho de 2009 aos 17 anos. “O mundo parou. Eu não sentia mais nada. Perdi a minha fé, perdi tudo. E a minha mãe, coitada, ela ficava desesperada. Todos os dias, ela ia chorar na minha cama, pedindo para eu não fazer isso, porque ela não ia aguentar perder duas filhas, e eu não tinha escolha, ia matar a minha mãe também e não queria fazer isso com ela. Aí engoli no seco e falei: ‘Vou viver’“, declarou ela, por fim.