Fale conosco

O que vc está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Evandro Santo resolve se internar em clínica de recuperação

Evandro Santo - Crédito: Reprodução / Instagram
Evandro Santo - Crédito: Reprodução / Instagram

Evandro Santo faz desabafo e revela vício que o fez procurar tratamento pela quinta vez: ‘Eu consegui finalmente falar: ‘Sim, eu sou doente’

O humorista Evandro Santo resolveu revelar para os fãs o seu vício em drogas e o começo de mais um tratamento. Ele contou que se internou pela quinta vez em uma clínica de recuperação e está seguindo as orientações dos terapeutas.

“Assumindo o B.O. Saindo do armário do meu problemas com drogas. Que este vídeo te ajude a também a lidar com os seus problemas ou sua saúde mental! É preciso coragem para pedir ajuda, é preciso ser humilde, é preciso quebrar o véu da ignorância que nos cercam. Ser um adicto não é o fim… pode ser o começo de uma vida nova. Assistam e compartilhem! Limpo só por hoje, Evandro Santo”, disse ele. 

Desabafo

No vídeo, Evandro Santo contou que só começou a consumir substâncias químicas durante a vida adulta, depois dos 29 anos, e demorou para aceitar seu problema. “Este é o IGTV mais difícil e acho que um dos mais importantes da minha vida. Eu vou começar com uma frase que muitos de vocês talvez não conheçam, mas muito talvez conheçam: eu sou o Evandro, tenho 46 anos e sou um adicto em recuperação. A adicção é uma doença que pode surgir com compulsões e pode evoluir através de sexo, comida, drogas, no meu caso são as drogas. Sinto muito informar a vocês, mas essa doença não escolhe nível intelectual, não escolhe nível social, não escolhe se [você] é bonito ou se é feio. É uma doença, ela está espalhada em todas as classes sociais“, revelou. 

Então, ele contou sobre o novo tratamento. “Estou na quinta internação. É um tratamento humanizado, a recuperação é por atração. Tem uma diferença entre estar limpo e estar em recuperação. Eu posso estar limpo e não estar em recuperação, a minha doença tem a ver com o meu comportamento. A recuperação é total, mental, espiritual e física. Foi nessa quinta internação que eu consegui finalmente falar: ‘Sim, eu sou doente. Sim, eu preciso de ajuda’. Foi a primeira vez que eu me internei voluntariamente, com vontade, e acho que fez toda a diferença”, declarou. 

Assista ao vídeo: