Fale conosco

O que você está procurando?

Márcia Piovesan

Famosos

Ator mirim de A Vida da Gente quer voltar as telinhas

Kaic Crescente - Crédito: Reprodução/ Instagram
Kaic Crescente - Crédito: Reprodução/ Instagram

Ator mirim Kaic Crescente, Tiago de A Vida da Gente, conta que quer voltar para as telinhas após tragédia em sua vida

Ator mirim Kaic Crescente está atualmente no ar na reprise de A Vida da Gente interpretando Tiago porém teve a carreira interrompida quando sofreu um acidente de carro. Porém, assistindo a reprise, ele conta que tem vontade de voltar às telinhas. 

Assim, ele afirmou que todo dia assiste a novela, onde ele atuou com 10 anos. “Está sendo muito legal, até porque, quando eu era mais novo, não tinha um entendimento total da trama. Agora, vejo com outros olhos”, explicou.

Ainda em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Kaic conta que o apoio do público o motivou a querer voltar a atuar. “Tenho recebido muitas mensagens carinhosas de pessoas que se solidarizam com o que passei e que falam para eu voltar. Isso me motivou demais. Já refiz meu book numa agência artística e espero poder voltar a trabalhar logo”.

‘Foi uma tragédia na minha vida’ diz Kaic

Contudo, Kaic sofreu uma tragédia que mudou sua vida. Com apenas 13 anos, o veículo em que o menino estava com a mãe e um amigo da família bateu de frente com outro carro. “Foi uma tragédia na minha vida e é algo com que preciso lidar até os dias de hoje, física e psicologicamente. Quebrei a perna, levei 112 pontos no rosto e fiquei com cicatrizes, o que me impediu de continuar atuando”, relembrou.

Além disso, o ator teve sua estreia na Record em 2009, com a novela Bela, a Feia. “Passei a minha infância inteira trabalhando e adorava essa rotina. Quando chegava da escola, o motorista ia me buscar em casa para as gravações”, contou. 

Por fim, ele participou em O Tempo e o Vento, de 2013, do diretor Jayme Monjardim e ele considera um dos melhores momentos de sua carreira.  “Boa parte da equipe do filme era a mesma da novela. Foram meses de muitas viagens para o Sul. Tudo isso me marcou demais”, confessou ele.