Novelas O TEMPO NÃO PARA

Apaixonados, Sabino e Carmen vão morar juntos

Cenas vão ao ar a partir de hoje, 6

terça 6 novembro, 2018
Dom Sabino (Edson Celulari) e Carmen (Christiane Torloni)
Dom Sabino (Edson Celulari) e Carmen (Christiane Torloni) Foto: Globo/João Miguel Júnior

Em cenas que irão ao ar a partir de hoje, 6, Dom Sabino (Edson Celulari) e Carmem (Christiane Torloni) irão morar  debaixo do mesmo teto em O Tempo Não Para. Porém, os dois irão viver pequenos conflitos temporais. Sabino, por exemplo, vai se deparar com situações antes nunca vividas, como ter que cozinhar sua própria refeição e lavar a louça. O homem também não curtirá muito, a princípio, as roupas que a mãe de Samuca (Nicolas Prattes) usa. Carmen, no entanto, não aceitará as críticas do amado.

Intérprete de Sabino, Edson Celulari falou sobre seu personagem e as diferenças entre o casal do folhetim. “Sabino se apresenta machista, o tempo todo solicita uma atitude dela que seria de uma mulher de antigamente, do século XIX, e ela não se comporta assim, seja no vestuário ou no fato de fazer comida ou não pra ele. São cenas de comédia também, muito divertidas.”

Christiane Torloni também falou sobre as cenas. "O  que a gente traz dos nossos pais, avós, bisavós? Todos nós trazemos princípios e valores, temos qualidades e defeitos. Para o Dom Sabino não é um defeito ser um homem que não sabe fazer uma faxina. Através de uma metáfora muito divertida, acho que o autor mostra como as pessoas ainda continuam se comportando como se estivessem há dois séculos apesar de o tempo ter passado.”

 

 


Mais Notícias:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Madalena pede seguir com Jesus
  2. 2 Geandro descobre que Gabriel é seu primo
  3. 3 Nico Puig se casa com produtor
  4. 4 Atriz denuncia agressão do marido
  5. 5 Susana Vieira admitiu uso de fraldas

NOVELAS

  1. 1 Marilda foge nua pelas ruas de Serro Azul
  2. 2 Madalena pede seguir com Jesus
  3. 3 Geandro descobre que Gabriel é seu primo
  4. 4 Pérola conhece Camila na casa de Márcio
  5. 5 Gentil desmaia ao ver que foi roubada