Famosos Ingrid Klug

Atriz fala sobre seu ‘final feliz’ em O Tempo Não Para

Em sua estreia em novelas, Ingrid revela que não é só a ambiciosa Belém que termina o folhetim em alta: ela também aprendeu, e muito, nesses 156 capítulos!

segunda 28 janeiro, 2019
Ingrid Klug
Ingrid Klug Foto: Lukas Alencar

Assim que o último capítulo de O Tempo Não Para for ao ar nesta segunda, 28, Ingrid Klug enfim vai poder comemorar o seu final feliz. E olha que não estamos falando só da advogada Belém, que deve se redimir de suas armações na reta final da trama, mas da própria atriz que estreou com o pé direito nos folhetins. “É uma realização total, aprendi para caramba, conheci muita gente, fiz amigos. Estou muito feliz. E já estou de braços abertos para as próximas oportunidades”, avalia a estrela.

Ambiciosa, Belém sofreu nas mãos de Emílio (João Baldasserini), que sempre menosprezou sua inegável competência por causa de sua aparência. Agora, 156 capítulos depois, será a vez dela dar o troco. “Acho que ela muda de lado, né”, despista Ingrid, que tem recebido muitas mensagens nas redes sociais de homens e mulheres que se identificam com sua personagem.

“Recebo muitas mensagens carinhosas nas redes sociais dizendo que se identificam, que ficam felizes em ver uma atriz fora do padrão com a oportunidade de falar sobre coisas cotidianas, sem a obrigação de abordar temas relacionados à aparência”, avalia.

Do drama à comédia

Por falar em aparências, quem vê Ingrid tão à vontade com uma personagem séria, até mesmo sisuda, nem imagina que ela é mestre na arte de fazer rir. Humorista, das boas, ela não se deixa intimidar por um meio, até então, dominado por homens. “A gente em mais é que ocupar todos os espaços. Sabemos fazer piada e não somos mais motivos delas”, protesta.

Afinal, o preconceito é uma das coisas que mais tira a atriz do sério, junto com o mal humor, pessimismo e a falta de compromisso com o trabalho. “A gente precisa ter mais empatia e entender que questões que antes geravam riso, hoje precisam ser entendidas como discriminação. Se faz alguém sofrer, por que insistir? Existem milhões de maneiras saudáveis de se fazer rir”, arremata.

Alguns amigos de Ingrid, inclusive, até estranharam ver na televisão, pela primeira vez, essa faceta dramática. “Quem me conhece sabe que não sou nada série, então recebia recados me perguntando quando eu ia fazer uma piada, contando que assistiam a novela esperando que eu viesse com uma tirada a qualquer momento. Para uma atriz isso é um baita elogio, né”, afirma.

Próximos passos

Sem conseguir escolher entre os palcos ou a televisão, Ingrid quer seguir em frente experimentando um pouco de cada. Se possível, ao mesmo tempo! “São dois veículos completamente diferentes e bonitos” Cada um tem seus perrengues, seu sabor”, explica.

O seu próximo passo, inclusive, é voltar ao teatro para estrear sua peça solo. “Já estou mexendo os pauzinhos para realizar esse sonho”, conta ela, que volta a integrar o elenco de [nome do espetáculo], montagem que se sagrou grande vencedor do Prêmio do Humor em 2018.

“Estamos muito ansiosos para jogar o nosso espetáculo em São Paulo para ver no que vai dar. Será que vai fazer o mesmo barulho que fez no Rio? Tomara!”, deseja.


Mais Notícias:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Anitta mais atrevida do que nunca!
  2. 2 Sabrina faz Sérgio Mallandro se emocionar
  3. 3 Isabella vence prova do anjo
  4. 4 Bruno: vértice de triangulo amoroso
  5. 5 Carlinhos Brown: 40 anos de Carnaval

NOVELAS

  1. 1 Bruno: vértice de triangulo amoroso
  2. 2 Sóstenes decide conversar com Murilo
  3. 3 Mirtes sai no tapa com Marcos Paulo por Mattoso
  4. 4 João é preso
  5. 5 Revelação: mãe de Tito é Nina Burana