Bastidores Conversa com Bial

Bial recebe Ingrid Guimarães e Berta Loran para uma divertida conversa

As estrelas falam sobre a série documental Viver do Riso, que estreia no próximo sábado, 27, no Viva

sexta 26 outubro, 2018
Pedro Bial, Ingrid Guimarães e Berta Loran
Pedro Bial, Ingrid Guimarães e Berta Loran Foto: Globo/Divulgação

Pedro Bial recebe a atriz Ingrid Guimarães no Conversa com Bial desta quinta-feira, 25, para falar da série documental Viver do Riso, que estreia no canal fechado Viva neste sábado, 27. A produção é uma iniciativa da estrela, que revela as engraçadas e também tristes histórias da comédia no país. Para isso, conta com depoimentos  de vários artistas do gênero. 

Ingrid, com uma carreira bem sucedida na comédia, revela: se viu diante de situações que a incomodavam. Por exemplo, a comparação do gênero com o drama e os papéis de menor relevância para as mulheres no humor. "Quando percebi que minhas grandes referências eram masculinas, vi que havia algo estranho. Por que será? Então, resolvi fazer um episódio só sobre mulheres comediantes", explica.

Uma das grandes estrelas entrevistadas por Ingrid em seu documentáiro é Berta Loran, que tem algumas semelhanças com a própria atriz e roteirista em relação a carreira. Aos 92 anos, a diva da comédia faz a plateia e Bial rirem bastante e ainda agradece à colega pelo projeto.

"Essa maravilhosa foi em casa gravar a entrevista, mas eu não sabia que era para falar sobre as mulheres", diz Berta, polonesa naturalizada brasileira.

 


 


Mais Notícias:


Redação Digital

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  1. 1 Diego Fragoso lança nova versão para sucesso de Sandra de Sá
  2. 2 Morre, aos 84 anos, Lady Francisco
  3. 3 Juliano Cezar grava DVD em Goiânia
  4. 4 Flavia Viana e Marcelo Zangrandi ficam noivos em Paris
  5. 5 Marina Ruy Barbosa irá processar empresária de Xuxa

NOVELAS

  1. 1 Quinzinho e Vanessa ficam noivos
  2. 2 Abner pede Sara em casamento
  3. 3 Cibele desmascara Basma
  4. 4 Fim de linha para Dandara e Quinzinho
  5. 5 Dulce mata todos os Matheus e morre